Energia potencial gravitacional

Da interação gravitacional entre a Terra e um corpo surge a energia potencial gravitacional. Uma energia potencial ou energia armazenada por um corpo é caracterizada pela capacidade deste corpo de realizar trabalho. No caso da energia potencial gravitacional podemos dar como exemplo uma bola de futebol de 300g (0,3kg) largada a uma altura de 4 metros, observe a figura abaixo.
Todo corpo em queda livre está sujeito a mesma aceleração de direção vertical e sentido para baixo. Esta aceleração é a aceleração gravitacional (g) que é aproximadamente 9,8 m/s2. A força resultante neste movimento é a força peso (P=m.g) e o trabalho desta força é igual a energia potencial gravitacional. Logo, quando a bola é largada a força peso realiza trabalho e a energia potencial gravitacional se transforma em energia cinética.
Para encontrarmos uma equação para a energia potencial gravitacional vamos utilizar a equação do trabalho:
τ= F.d
τ = P.h
τ = m.g.h
Como Ep = τ, temos:
Ep = m.g.h
Sendo assim, para calcularmos a energia potencial gravitacional no nosso exemplo basta substituirmos os valores para a massa do corpo (m), a aceleração gravitacional (g) e a altura em que o corpo se encontra (h).
Ep = m.g.h
Ep =0,3 . 9,8 . 4
Ep = 11,76 J
Veja alguns exercícios resolvidos sobre o assunto e depois é só treinar.

Será que você está estudando da maneira certa?

Nem todo mundo sabe estudar, é claro que saber estudar é algo um pouco subjetivo. Não vou entrar no mérito da pedagogia para não levantar grandes discussões. O certo é que cada um de nós aprende de uma maneira diferente e cada um tem suas preferências na hora de estudar. Só que tem alguns hábitos e comportamentos que podem ajudar a aprender mais, se organizar nos estudos, conseguir mais atenção, foco e isso vai aumentar o poder de concentração atenção, aumentando assim a possibilidade de aprender mais conteúdos.

Infelizmente alguns alunos acreditam que estudar é apenas assistir aula, ler um conteúdo e fazer exercícios. E o erro de muitos professores da educação básica é não ajudar esses alunos a encontrarem os melhores caminhos para aprenderem mais. Depois de anos na escola muitos alunos ainda não sabem estudar. As vezes chega na faculdade por um vestibular privado e continua com as mesmas dificuldades. E todos sabem que QUEM NÃO SABE ESTUDAR NÃO É APROVADO.

Para ajudar os alunos a aprenderem a estudar, se prepararem para suas provas da escola, para o vestibular e principalmente para a prova do ENEM, eu elaborei um método de estudos, um passo a passo de como estudar para uma prova. Usando as melhores técnicas de estudos, com a ajuda de conteúdos da neurociência, podemos ter mais foco, organização, motivação e memorização durante os estudos. Quer saber como funciona? Clique aqui nesse link e saiba mais sobre o método Efeito Joule.

19 respostas

    1. Geralmente é utilizado 9,8 m/s² para maior precisão.
      A aceleração da gravidade varia de acordo com a proximidade do corpo ( no caso o planeta Terra), ou seja, se você estiver a 20 km de altura da terra, a aceleração gravitacional será menor e se você estiver andando na praia por exemplo (nivel do mar) a aceleração gravitacional será maior. Por isso que no espaço (longe de qualquer corpo celeste) você não tem gravidade, pois está longe do planeta Terra e longe de outros planetas.
      A aceleração gravitacional também depende do tamanho do corpo, exemplo: Como o planeta Terra é maior do que a Lua, a aceleração gravitacional na Terra será maior.

  1. Muito bom esse site ,vou fazer uma prova seletiva para uma escola tecnica no começo de dezembro e o material desse site vem sendo muito uteis , obrigada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

logo-fundo-transparente

Efeito Joule ®  2021
CNPJ: 22.288.851/0001-14

Vai fazer o ENEM 2021?

Então organize seus estudos, aprenda a estudar e se preparar de verdade para o ENEM.