A evolução da Astronomia

astronomia
Iniciando a série de textos sobre astronomia, escrevi um texto sobre a evolução dos conceitos da astronomia.
A astronomia já era utilizada há quatro mil anos pelos babilônios e, os antigos egípcios utilizavam seus conhecimentos de astronomia para determinar o período de plantio, de acordo com as inundações do rio Nilo. Os calendários baseados em observações celestes, pelo movimento aparente do Sol, foram de estrema importância para o homem poder fixar uma época de plantio e colheita.

A astronomia motivada pela agricultura foi um dos grandes impulsos para a evolução das culturas sedentárias. Em todo o mundo a história se repetiu. Os maias, por exemplo, possuíam regras para o movimento dos planetas, o que os ajudavam na manutenção de um calendário.

Ao lado uma bela ilustração do amigo Tainan Rocha. Visite o blog do Tainan e confira a ilustração astronomia em alta.

Neste início da astronomia, acreditava-se que tudo girava em torno da Terra. Não é difícil entender porque se pensava desta maneira, já que nas observações a olho nu, o que vemos com mais clareza é o movimento da Lua e do Sol que desaparecem de um lado e reaparecem do outro, e as estrelas que descrevem trajetórias circulares.

Para Platão o céu era perfeito e para descrever esta perfeição utilizava o círculo. Aristóteles dizia que a Terra era o centro do universo, um modelo chamado geocêntrico, onde as estrelas se encontravam fixas na esfera celeste. Aristóteles também concluiu com suas observações da sombra da Terra na Lua que a terra era redonda.

Aristarco foi o primeiro a apresentar um modelo de universo onda a terra se movia ao redor do Sol (modelo heliocêntrico), girando em torno de seu próprio eixo. Isso no século III a.C.
A astronomia também foi importante para a orientação nas grandes viagens, principalmente para as viagens marítimas. As grandes navegações só foram possíveis com a utilização da astronomia como meio de orientação.

Mesmo tendo sua importância, a astronomia não evoluiu pelo menos por quase dois mil anos. O modelo geocêntrico de Aristóteles, que foi aperfeiçoado por Ptolomeu no século II, prevaleceu com o apoio da Igreja até por volta de 1514, quando começou a mudar com as idéias de Nicolau Copérnico.

Copérnico só publicou seus trabalhos em 1543, com quase setenta anos. Sua publicação, A Revolução das Órbitas Celestes, era uma evolução do modelo de Aristarco.

A grande revolução da astronomia aconteceu em meados de 1609, iniciando a astronomia moderna, as publicações de Galileu Galilei e, Johannes Kepler um pouco antes, mudaram completamente a astronomia. Galileu estudou as teorias de Copérnico e, as de Kepler, que acabara de publicar o livro “Astronomia Nova”. Reuniu uma grande quantidade de evidências para defender a teoria heliocêntrica e as publicou em italiano para divulgar ao público.

Como falamos no texto sobre Galileu, suas publicações iam contra a interpretação literal da Bíblia pela igreja Católica, onde a Terra era o centro do Universo. Galileu foi convocado a Roma para ser julgado e neste julgamento foi condenado a abjurar publicamente as suas idéias, e condenado a prisão por tempo indefinido.

No ano em que Galileu morreu, 1642, nasce Isaac Newton, que vai dar uma grande contribuição para a astronomia e revolucionar a Física.

Newton conseguiu dar um enorme salto na ciência, conseguiu o que todos buscavam na época, uma teoria física unificada. Analisando o movimento da lua ele chegou a uma descrição perfeita para os movimentos, uma descrição que poderia ser utilizada tanto para os astros como para objetos menores na terra. Esta teoria unificada é descrita em três leis, conhecidas como as leis de Newton. Com estas três leis chega-se a Lei da Gravitação Universal. Que propõem que dois corpos, a uma distância d entre si, se atraem mutuamente com uma força que é proporcional à massa de cada um deles e inversamente proporcional ao quadrado da distância (d) que os separa.

As idéias de Newton ficaram intactas até Albert Einstein propor que a velocidade da luz no vácuo é constante. A teoria da relatividade restrita e da relatividade geral mudaram nossa compreensão de universo e, desde então, a astronomia evolui muito. Novos métodos e instrumentos de trabalhos surgiram e evoluíram, como avanços na espectroscopia com o surgimento da física quântica

Será que você está estudando da maneira certa?

Nem todo mundo sabe estudar, é claro que saber estudar é algo um pouco subjetivo. Não vou entrar no mérito da pedagogia para não levantar grandes discussões. O certo é que cada um de nós aprende de uma maneira diferente e cada um tem suas preferências na hora de estudar. Só que tem alguns hábitos e comportamentos que podem ajudar a aprender mais, se organizar nos estudos, conseguir mais atenção, foco e isso vai aumentar o poder de concentração atenção, aumentando assim a possibilidade de aprender mais conteúdos.

Infelizmente alguns alunos acreditam que estudar é apenas assistir aula, ler um conteúdo e fazer exercícios. E o erro de muitos professores da educação básica é não ajudar esses alunos a encontrarem os melhores caminhos para aprenderem mais. Depois de anos na escola muitos alunos ainda não sabem estudar. As vezes chega na faculdade por um vestibular privado e continua com as mesmas dificuldades. E todos sabem que QUEM NÃO SABE ESTUDAR NÃO É APROVADO.

Para ajudar os alunos a aprenderem a estudar, se prepararem para suas provas da escola, para o vestibular e principalmente para a prova do ENEM, eu elaborei um método de estudos, um passo a passo de como estudar para uma prova. Usando as melhores técnicas de estudos, com a ajuda de conteúdos da neurociência, podemos ter mais foco, organização, motivação e memorização durante os estudos. Quer saber como funciona? Clique aqui nesse link e saiba mais sobre o método Efeito Joule.

9 respostas

  1. respondam por favor:
    vamos supor q por alguma razao a Terra parasse de girar sobre o próprio eixo. Nesse caso:

    alguem poderia imaginar que seria sempre dia em um hemisferio da Terra e sempra noite no outro. explique porq isso nao seria verdade.

  2. Prezad@s,
    Estaremos utilizando esse texto com graduandos de curso de licenciatura em visitas guiadas do museu de ciÊncia.
    Indicaremos a fonte para que eles acessem e vejam as produções da página.
    Parabéns pela qualidade didática do texto.
    Att.

    Serafim

  3. Olá, legal o tema, aliás é também a minha paixão número 1, escrevo muito sobre a relação entre Astronomia e Filosofia.
    Abraços do Benito Pepe
    Parabéns pela iniciativa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

logo-fundo-transparente

Efeito Joule ®  2021
CNPJ: 22.288.851/0001-14

Vai fazer o ENEM 2021?

Então organize seus estudos, aprenda a estudar e se preparar de verdade para o ENEM.