Calorias e Quantidade de Calor

Estamos acostumados a ver nas tabelas de quantidade de energia dos alimentos a unidade de calor, caloria, mesmo que erroneamente já que o correto seria quilocaloria. Mas a quantidade de energia, ou mesmo o calor, estão presentes no nosso dia-a-dia, e este assunto é tratado, na Física, pela Termodinâmica. A Termodinâmica é a parte da física que estuda as relações entre o calor trocado e o trabalho realizado, num determinado processo físico.


O calor é a energia térmica em trânsito, logo, sua quantidade pode ser medida com a mesma unidade que medimos energia. No sistema Internacional de unidades, (SI), a quantidade de calor é medida em Joule (J). Contudo, usa-se com freqüência a unidade denominada caloria (cal).


A caloria é a quantidade de calor necessária para a temperatura de 1 grama de água, sob pressão normal, se elevar de 14,5°C para 15,5°C.
1 cal = 4,158 joules


Interessado pelo estudo do calor, James Joule realizou vários experimentos nesta área, estes o ajudaram a determinar a relação acima, ou seja, a equivalência entre o trabalho mecânico e o calor. O que ajudou na formulação da teoria da conservação da energia (Primeira Lei da Termodinâmica), contribuição que impulsionou o estudo da termodinâmica.


A quantidade de calor trocado (cedida ou recebida) por um corpo é proporcional a sua massa, do material de que é constituído o corpo e da variação de temperatura que o corpo sofre. Esta quantidade de calor é dada pela equação abaixo:


Q = m.c.∆T


Onde Q é a quantidade de calor trocado, m é a massa do corpo, c é uma constante chamada calor específico e, ∆T é a variação de temperatura.


Nos próximos textos e exercícios de termologia, estudaremos esta equação e o conceito de calor específico.




Quantidade de calor

Será que você está estudando da maneira certa?

Nem todo mundo sabe estudar, é claro que saber estudar é algo um pouco subjetivo. Não vou entrar no mérito da pedagogia para não levantar grandes discussões. O certo é que cada um de nós aprende de uma maneira diferente e cada um tem suas preferências na hora de estudar. Só que tem alguns hábitos e comportamentos que podem ajudar a aprender mais, se organizar nos estudos, conseguir mais atenção, foco e isso vai aumentar o poder de concentração atenção, aumentando assim a possibilidade de aprender mais conteúdos.

Infelizmente alguns alunos acreditam que estudar é apenas assistir aula, ler um conteúdo e fazer exercícios. E o erro de muitos professores da educação básica é não ajudar esses alunos a encontrarem os melhores caminhos para aprenderem mais. Depois de anos na escola muitos alunos ainda não sabem estudar. As vezes chega na faculdade por um vestibular privado e continua com as mesmas dificuldades. E todos sabem que QUEM NÃO SABE ESTUDAR NÃO É APROVADO.

Para ajudar os alunos a aprenderem a estudar, se prepararem para suas provas da escola, para o vestibular e principalmente para a prova do ENEM, eu elaborei um método de estudos, um passo a passo de como estudar para uma prova. Usando as melhores técnicas de estudos, com a ajuda de conteúdos da neurociência, podemos ter mais foco, organização, motivação e memorização durante os estudos. Quer saber como funciona? Clique aqui nesse link e saiba mais sobre o método Efeito Joule.

17 respostas

  1. como que calorias que é ingerida pelo corpo ''humano'' como por exemplo um bife que tenha + ou – 1000 calorias e essas 1000 calorias são convertidas em energia no corpo ''humano'' como que pode ser medido o calor de uma barra de ferro em calorias

  2. em uma residência há uma vidraça de área 5m2 e a espessura e 2mm suponhamos que a temperatura no interior da residencia seja 20°c e no interior sejam 18°c ? calcule o fluxo de calor atraves da vidraca .
    dados que o coeficiente de condutibilidade do vidro e k igual a 0,84j/sm°c

  3. p/ jackyline!

    Seu enunciado não está muito claro. Veja se eu entendi bem: Inicialmente temos uma bacia com 18 litros de água a 24ºC. Depois despeja-se uma certa quantidade de água a 72ºC e esta mistura de águas vai atingir o equilíbrio a 36ºC, desprezando-se qualquer perda de calor para o ambiente ou para a bacia. Se for isso:

    A água a 24ºC vai absorver calor e a água a 72ºC vai emitir calor. No equilíbrio a 36ºC estas quantidades serão iguais:

    Q absorvido = m1.c.DeltaT1
    Q emitido = m2.c.DeltaT2

    m1.c.(36-24) = m2.c.(72-36)

    m1.12 = m2.36
    m1 = 3.m2

    Considerando que o volume específico (m^3/kg) da água não varie muito no intervalo de temperaturas de 24 a 72ºC, podemos dizer que a mesma relação em massa irá se aplicar no volume (isto é uma aproximação). Outra aproximação é que o "c" da água é aproximadamente constante neste intervalo de temperaturas. Por isso que os "c" cortam. Assim, podemos dizer que aproximadamente:
    V1 = 3.V2
    V2 = 18/3 = 6 litros

  4. Boa noite, tenho um exercicio aqui que não consigo resolver, vcs poderiam me ajudar

    Uma bacia contém 18 litros com a temperatura de 24°C. despresando-se a capacidade termica da bacia e as perdas para o ambiente pode-se obter uma mistura a uma temperatura final de 36°C. despejando-se certa quantidade de água a 72°C. essa quantidade de agua deverá ser de:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

logo-fundo-transparente

Efeito Joule ®  2021
CNPJ: 22.288.851/0001-14

Vai fazer o ENEM 2021?

Então organize seus estudos, aprenda a estudar e se preparar de verdade para o ENEM.