Relatividade: coordenadas no espaço-tempo

Espaço-tempo será o nosso assunto antes de continuarmos o estudo da relatividade. Para definirmos como medir as coordenadas de um evento (qualquer acontecimento) no espaço-tempo utilizamos o seguinte fundamento conceitual.

Imagine uma grade onde cada espaçamento é formado por barras de 1m de comprimento, na junção destas barras colocamos relógios equipados com detectores que iniciam seu funcionamento no instante que recebem um sinal luminoso. Para sincronizar os relógios vamos utilizar como referencia o relógio que está na origem dos espaços. Ao iniciar o seu funcionamento, o marcador deste relógio deve indicar zero e no mesmo instante um mecanismo deve enviar um sinal luminoso para os próximos relógios. O relógio que está a 1m deste, recebe o sinal e deve marcar um tempo t igual a 1m/299.792.458 m/s, ou seja, o tempo necessário para que o sinal que saiu do primeiro relógio percorra 1m, iniciando seu funcionamento sincronizado com o relógio da origem. Os próximos relógios deverão marcar o tempo necessário para que o sinal luminoso percorra a distância que os separam da origem e, assim, todos os relógios ao iniciarem o seu funcionamento estarão sincronizados com o primeiro.

Veja a ilustração:

Coordenadas espaço-tempo

Nesta ilustração temos apenas coordenadas de um plano, mas podemos utilizar o mesmo conceito para eventos tridimensionais. O espaço-tempo é um sistema de coordenadas onde a descrição de um evento inclui suas coordenadas no espaço e no tempo, ou seja, um ponto no espaço tempo é definido por quatro coordenadas (x,y,z,t).

É importante lembrar que, para cada referencial o observador deve ter seu próprio sistema de coordenadas.

Será que você está estudando da maneira certa?

Nem todo mundo sabe estudar, é claro que saber estudar é algo um pouco subjetivo. Não vou entrar no mérito da pedagogia para não levantar grandes discussões. O certo é que cada um de nós aprende de uma maneira diferente e cada um tem suas preferências na hora de estudar. Só que tem alguns hábitos e comportamentos que podem ajudar a aprender mais, se organizar nos estudos, conseguir mais atenção, foco e isso vai aumentar o poder de concentração atenção, aumentando assim a possibilidade de aprender mais conteúdos.

Infelizmente alguns alunos acreditam que estudar é apenas assistir aula, ler um conteúdo e fazer exercícios. E o erro de muitos professores da educação básica é não ajudar esses alunos a encontrarem os melhores caminhos para aprenderem mais. Depois de anos na escola muitos alunos ainda não sabem estudar. As vezes chega na faculdade por um vestibular privado e continua com as mesmas dificuldades. E todos sabem que QUEM NÃO SABE ESTUDAR NÃO É APROVADO.

Para ajudar os alunos a aprenderem a estudar, se prepararem para suas provas da escola, para o vestibular e principalmente para a prova do ENEM, eu elaborei um método de estudos, um passo a passo de como estudar para uma prova. Usando as melhores técnicas de estudos, com a ajuda de conteúdos da neurociência, podemos ter mais foco, organização, motivação e memorização durante os estudos. Quer saber como funciona? Clique aqui nesse link e saiba mais sobre o método Efeito Joule.

3 respostas

  1. Gostaria que os Senhores colocassem figuras com movimento para uma melhor compreenção das materias expostas. Parabens pelo blog.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

logo-fundo-transparente

Efeito Joule ®  2021
CNPJ: 22.288.851/0001-14

Vai fazer o ENEM 2021?

Então organize seus estudos, aprenda a estudar e se preparar de verdade para o ENEM.